Registrar-se
DEUS É NOSSO REFÚGIO
25/07/2014        

DEUS É NOSSO REFÚGIO

O Salmo 91 é a medida preventiva da parte de Deus para Seus filhos, contra cada mal conhecido pela humanidade. Não há em outro lugar essa garantia de proteção (incluindo a ajuda de anjos e promessas, assegurando-nos nossa autoridade), acumuladas em uma aliança, oferecendo um pacote completo para viver nesse mundo. É uma medida ofensiva e defensiva para evitar qualquer mal antes que ele tenha tempo de atacar. Essa não é apenas uma cura, mas também um plano de prevenção completa.

“Aquele que habita no esconderijo do Altíssimo, à sombra do Onipotente descansará. Direi do Senhor: Ele é o meu Deus, o meu refúgio, a minha fortaleza, e nele confiarei” (Salmo 91:1-2).

Altíssimo, Onipotente, Senhor e Deus. Ao usar essas designações, através de metáforas de nomes divinos, Ele revela o caráter imutável e protetor. É sobre esse Deus que devemos depositar a nossa confiança e que somos convidados a crer como um refúgio para o homem de dia e de noite, que é abrigo contra todo mal conhecido como o terror da noite, a seta de dia, a peste das trevas e mortandade do meio-dia. Aqui Deus diz que não teremos medo, porque não se aproximarão de nós, e ainda que onze mil caiam ao nosso lado, a única coisa que Ele nos convida a fazer é não temer.

Deus é o nosso Refúgio e você é convidado a abrigar-se no esconderijo do Altíssimo, no culto de Libertação, às 20h, toda sexta-feira. 

Pr. Oswaldo Costa Lôbo Junior

ALAMEDA 59 ANOS Uma história de milagres!

ALAMEDA 59 ANOS – UMA HISTÓRIA DE MILAGRES

No evangelho de Marcos, capítulo dois, Jesus cura um paralítico levado por quatro homens. Para esse milagre acontecer, tanto Jesus, quanto os homens que o levaram, enfrentaram obstáculos, dificuldades, críticas e oposição. Mas nada impediu a manifestação do Seu amor e poder. Ele perdoa e cura aquele homem. Jesus é o Deus Todo Poderoso, o verbo que se fez carne e habitou entre os homens. Ele tem as respostas para os corações famintos e feridos; traz consolo, paz, esperança e restauração. Ele é o Senhor da igreja a quem delegou poder e autoridade para curar, libertar e abençoar àqueles que dela se achegam. Cada igreja tem a sua história. Quero tomar este texto de Marcos, capítulo dois, para trabalhar um pouco a história da Alameda.

Próximos eventos

facebook icone youtube

Copyright © 2013 - Igreja Batista Alameda. Todos os direitos reservados.

Confins da Terra